Pesquisadores de Yale Curam Alopécia Universal

Utilizando tratamento feito com medicamento para artrite reumatoide, pesquisadores da Universidade de Yale curaram um paciente de 25 anos que sofria de alopecia universal. Após 8 meses de tratamento o paciente teve crescimento do cabelo e da barba.

 

Antes do Tratamento

Paciente antes do tratamento

 

O medicamento utilizado no experimento foi o o Xeljanz (Citrato de tofacitinibe) descoberto e comercializado pela Pfizer. O medicamento foi criado para tratar pacientes com artrite reumatoide que não obtiveram bons resultados com outros tratamentos. Ele age como imunossupressor e anti-inflamatório agindo sobre uma enzima (Cinase de Janus). Assim como a artrite reumatoide, os casos alopecia areata, total e universal são também causadas por uma reação autoimune, portanto o sucesso do tratamento está ligado ao mecanismo de ação do medicamento.

A dosagem utilizada no experimento foi de 10mg/dia durante dois meses, seguido por um aumento na dose para 15mg/dia por mais três meses, totalizando 5 meses de tratamento. Ao final do tratamento o paciente havia recuperado o cabelo, sobrancelhas, cílios, pelos da axila e barba. Após mais 3 meses, o paciente teve recuperação total.  Foi descoberto também que o medicamento auxilia no tratamento de alguns casos de psoríase de placas.

Resultados iniciais

Resultados iniciais

O Xeljanz ainda não está disponível no Brasil, e depende da ANVISA aprová-lo ou não.   O  CMPH, Committee for Medicinal Products for Human Use (equivalente ao FDA na Europa), não aprovou a comercialização do medicamento devido aos altos riscos associados ao tratamento . A lista de possíveis efeitos colaterais é um tanto assustadora, compreendendo, dentre outros, a possibilidade de desenvolver alguns tipos de câncer, perfuração gastro-intestinal, e danos ao fígado, além de uma vulnerabilidade maior à infecções. Durante a pesquisa, tanto o paciente, quanto os pesquisadores negam qualquer efeito adverso tanto sintomático quanto laboratorial.

Paciente curado!

Paciente curado!

 

Mesmo sabendo dos efeitos colaterais, se o medicamento fosse aprovado no Brasil você o tomaria? Deixe sua opinião nos comentários!
Para saber mais recomendo os seguintes links:
http://www.dailymail.co.uk/news/article-2663086/Yale-scientists-successfully-use-arthritis-drug-regrow-completely-bald-mans-hair.html

http://www.scienceworldreport.com/articles/15548/20140619/arthritis-drug-reverses-alopecia-universalis-in-hairless-man.html

http://www.medscape.com/viewarticle/808497

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/eua-aprovam-novo-remedio-para-artrite-reumatoide
 

Anúncios

13 comentários

Filed under Tratementos

13 responses to “Pesquisadores de Yale Curam Alopécia Universal

  1. Rhose

    Embora tenha achado uma ótima noticia, ainda temo pelos efeitos colaterais… eu não usaria. 🙂
    Prefiro esperar por algum medicamento satisfatório que não ameace a minha saúde, que está ótima, só me falta os cabelos mesmo! rsrs

    Gostar

  2. Ítalo Vinícius

    Meu Deus mas isso por si só já é sensacional. É um mega avanço!

    Gostar

  3. luciano

    todos os medicamentos tem efeitos colaterais , se vc for ler uma bula de um “simples” paracetamol , vc vai preferir morrer de dor

    Gostar

    • Mel

      Sim, mas o paracetamol é usado há anos e é aprovado no mundo todo.
      A Europa é famosa por ser menos conservadora com a liberação de medicamentos do que o FDA ou mesmo a ANVISA, então acredito sim que seja motivo de preocupação, pelo menos até que mais estudos tenham sido feitos.
      A Alopécia não é uma doença incapacitadora como a artrite reumatoide, portanto eu não estaria disposta a correr estes riscos pela estética.

      Gostar

  4. roberval

    todo medicamento tem efeito colateais e mesmo assim nos consumimos é so ver a bula de qualquer remédio, vai da paralização dos rins até … eu tomaria

    Gostar

  5. Jéssica

    Oi! 🙂
    Seu blog foi um ótimo achado haha Li várias coisas interessantes e descobri muita coisa legal. Estava buscando informações pra minha avó que é super vaidosa e tem alopécia. Ela fica muito incomodada com perucas comuns, e aquelas que tem grampinhos não estão mais adiantando pq já não se tem muito cabelo onde prender. Comecei a buscar informações sobre as perucas que seriam coladas na cabeça, e li sobra a full lace. Ainda estou buscando informações… Mas gostaria de contar com a sua ajuda, se possível, claro rs. Vi um post com algumas indicações de sites, mas gostaria de saber se você conhece alguma loja física onde elas são vendidas? Se tiver mais dicas ou sites que possa indicar, por enquanto vou ficar aqui lendo seus posts pra buscar mais informações.
    Aguardo sua resposta.
    Beijos!

    Gostar

  6. Fabiana

    Tenho 26 anos.Eu usaria, pois tenho alopecia a mais de 16 anos e já usei vários medicamentos sem resultado, inclusive o ultimo que usei um dos efeitos era o risco de causar câncer com exposição ao sol.

    Gostar

  7. SANDRA

    NÃO SÓ O TOMARIA ME OFEREÇO COMO COBAIA A CADA DIA FICO MAIS E MAIS CARECA ´E ORRIVEL ANDAR TODO TEMPO COM PANOS NA CABEÇA

    Gostar

  8. Luis Fernando

    Fico feliz pela descoberta. Eu acho que tomaria sim…correria o risco de efeitos colaterais.o que ta me matando é a baixa estima e tentar disfarçar a calvície que cada dia mais é fato.

    Gostar

  9. Ailton

    Estarei a disposicao caso precisem de alguem para teste, e ao mesmo tempo ficarei muito grato

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s